quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Tardar


subo o olhar até aos lábios
que te secam
por tardares a permissão de desaguar
em rio,
na tua boca.

2 comentários: