sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Porque é Hoje!

Quero morrer no poema
onde o teu olhar seja rima derradeira!

2 comentários:

Malu disse...

Pois vivamos todos os seres, dentro de cada poema...

Maria disse...

Belo! Muito.