sábado, 22 de janeiro de 2011

Requiem para uma partida *


Quanto mais nos entregamos
menos nos pertencemos.
A vida escoa-se
nos pedaços em que nos doamos.
Iremos irrecuperáveis
a cada partida,
até que na derradeira
mais não seremos do que cinzas
teimando em erguermo-nos
como tronco por arder.

* para a Becas

2 comentários:

Luz disse...

Quanto mais nos entregamos, tanto que doamos, tanto que perdemos em cada pedaço que damos e, vazios caminhamos...

Tanith disse...

Inspirado e sensível poema ao som de uma música lindíssima...parabéns...amei!