quarta-feira, 28 de abril de 2010

Declaração II


É na fragilidade que te amo,
é com inquietação que o faço,
porque é na incerteza que caminho
para te abrir o coração
e mostrar a certeza do que sinto!

2 comentários:

Tia disse...

Tão belo este jogo de palavras quanto o próprio jogo do amor...

Terrível quando as certezas são só nossas... Bj

Ana disse...

Frágil e inquieto quando a incerteza é o caminho. Eterno enquanto dura .