quinta-feira, 29 de abril de 2010

Há um lugar


Há um lugar a que não pertenço
mas onde me sento todos os dias,
à espera de me sentir como num coração
onde o meu pulsar seja a vida desse lugar.


2 comentários:

Milhita disse...

Gosto tanto deste sitio, tenho a sensação que tem muito mais que simples palavras.
cada texto é como um sopro de vida, tem imagens, cheiros, tem cores e sentidos.
Um abraço amigo

Tia disse...

Fabuloso...