domingo, 6 de junho de 2010

No cais da saudade


Sentirá o cais a ausência do navio partido para o mar?
O que dizer à saudade se tardas em aportar no meu abraço?



3 comentários:

uminuto disse...

à saudade nada se diz, pois recusa-se a ouvire a voz da razão.
a saudade apenas se vence com esse braço apertado.
tenho de descobrir este espaço com mais disponibilidade, pois merece que o faça atentamente
um beijo

Luz disse...

É na saudade que mais sentimos este abraço que queremos tanto apertar.

Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

a saudade é como um abutre que nos ronda.

nada se lhe pode dizer.

um beij