quarta-feira, 9 de junho de 2010

Voo desfocado *


Passaste por mim num voo desfocado…
ou terá sido o teu voo que me roubou a clareza?
Hoje é na espera que perco o foco do meu olhar
e a invisibilidade torna-se ansiedade de te sentir.
Tremem as asas a que me agarro
até te alcançar com nitidez no voo do meu querer.


* inspirado numa das fotos da exposição 'Texturas e Sensações' - Istambul

2 comentários:

Tia disse...

As saudades apertaram... voei até aqui...
E que bem fiz.

Luz disse...

Passaste por mim e coloquei de novo as asas..., percebi que nunca é tarde para tentar..., esta ansiedade em sentir-me(te)...
Quero subir ao cume que tenha o mar como pendente, respirar fundo e, lançar-me para nos teus braços poder de asas abertas voar, alcançar-te num único voo...

Obrigada pela visita, foi uma surpresa.