quinta-feira, 18 de março de 2010

Gota a gota


Dispo
as palavras
o sorriso
as lágrimas
e a pele
para que vistas
a transparência
do silêncio
como um manto
com que te cubro
o coração
agasalhado
nas minhas mãos
para beber
gota a gota
a efusão
do teu amor.

1 comentário:

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei do poema.

e se ler ao contrario tb faz sentido.

um beij