segunda-feira, 29 de março de 2010

Istmo


© eintoern


Quando a saudade invade o continente deserto onde permaneço,
procuro nas palavras a saliva que me humedece o coração
e avivando memórias torno-me istmo para a ti chegar.


3 comentários:

Sonja Valentina disse...

na ceteza de alcançar, fortalecido pelo (muito) querer!

Luz disse...

É nesta saudade que me alimento, que me encontro, na certeza de mim, incerta de "te" poder chegar perto, de saber-"te" em mim...

Abraço de Luz

VERA DE VILHENA disse...

belíssima foto